Alunos do Ensino Médio da rede municipal voltam às aulas presenciais em Macaé a partir desta segunda-feira (5)

0
218
Escolas da Serra de Macaé. Data 17 de março de 2015. Macaé/RJ - Brasil

A prefeitura de Macaé divulgou um cronograma escalonado para retorno de aulas presenciais na rede municipal, começando a partir desta segunda (5), com o Ensino Médio, que atende nas escolas da região serrana. As unidades são: Natálio Salvador Antunes (Córrego do Ouro), Raul Veiga (Glicério), Sana e Tarcísio Paes Figueiredo (Bicuda Grande). Já no dia 27 de julho está previsto o retorno para o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e Correção de Fluxo Escolar.

No dia 2 de agosto a previsão é do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) e Educação Infantil (creche e pré-escola). O retorno às aulas é facultativo. O aluno vai optar a ficar no presencial ou estudar através do sistema não presencial. A flexibilização de atividades ocorre quando Macaé se mantém na bandeira verde, com 30 % de ocupação nos leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

Segundo o Plano de Retomada das Atividades Educacionais Presenciais de Macaé ,o retorno de 100% das atividades escolares presenciais ocorreria quando a cidade estivesse em faixa verde; 75% das atividades escolares presenciais quando em faixa amarela; 50% das atividades escolares presenciais quando em faixa laranja; até 25% das atividades escolares presenciais quando em faixa vermelha, devendo, neste caso, ser realizada análise da situação epidemiológica pela Secretaria Municipal de Saúde para eventuais medidas mais gravosas, ouvida a Secretaria Municipal de Educação.

O Plano de Retomada das Atividades Educacionais Presenciais de Macaé relaciona a educação do município no contexto da pandemia, a articulação entre as secretarias municipais. O documento também estabelece adequação da estrutura física das escolas, monitoramento da situação de saúde das pessoas, diretrizes para conduta em casos suspeitos ou confirmados, alimentação, transporte, higienização e sanitização dos espaços físicos. Além disso, foram elaboradas ações de acolhimento, gestão de pessoal, alunos e famílias e prática pedagógica.

O documento foi elaborado a partir de diálogo com o Ministério Público, médicos pediatras e outros profissionais, já que o assunto é de interesse geral da população e passou por adequações. A Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária também elaborou uma normatização de segurança sanitária.

Fonte: Notícias Macaé

FAZER UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui