Rio das Ostras oferece 4ª dose contra Covid para idosos a partir de 60 anos

0
665

Rio das Ostras avança mais um passo na proteção dos munícipes contra a Covid-19. O Município passa a oferecer a 4ª dose da vacina para pessoas a partir de 60 anos. Os idosos dessa faixa etária já podem receber o reforço neste sábado, 21 de maio, quando o Polo do Iate Clube estará aberto para imunização contra o coronavírus.

O atendimento continua concentrado no Polo de Vacinação do Iate Clube, no Centro, sempre das 8h às 16h, para adultos e crianças. 

SÁBADOS – O Município segue também com a repescagem de todas as doses na próxima semana, de 23 a 27 de maio. Excepcionalmente, além deste sábado, dia 21, a população também poderá procurar o Polo de Vacinação do Iate Clube, no dia 28 de maio, sábado da próxima semana, no mesmo horário. 

CRIANÇAS – A Secretaria de Saúde destaca a importância de completar o esquema vacinal das crianças entre 5 e 11 anos. A cobertura para essa faixa etária ainda está abaixo da meta e pais e responsáveis precisam levar as crianças ao polo de vacinação para protegê-las da Covid.   

2ª DOSE – Atenção aos intervalos recomendados para receber a segunda dose (maiores de 12 anos): vacinados com Pfizer – 21 dias após a primeira dose; vacinados com Astrazeneca – oito semanas após a primeira dose; vacinados com Coronavac – 28 dias após a primeira dose; vacinados com Janssen – 2 meses após a Dose Única.

A imunização de crianças entre 5 a 11 anos deve obedecer os seguintes intervalos: vacinadas com Pfizer Infantil – oito semanas após a primeira dose; vacinadas com Coronavac – 28 dias após a primeira dose.

3ª DOSE – Para receber a terceira dose (maiores de 18 anos), os intervalos são os seguintes: população vacinada com Astrazeneca, Coronavac ou Pfizer: 4 meses após a segunda dose; Imunossuprimidos: oito semanas após a segunda dose; gestantes e puérperas: quatro meses após a segunda dose.

Para a terceira dose dos adolescentes entre 12 a 17 anos, os intervalos são os seguintes, de acordo com os públicos: imunossuprimidos – oito semanas após a segunda dose e gestantes e puérperas – quatro meses após a segunda dose.  A terceira dose ainda não é indicada para os demais adolescentes.

4ª DOSE – Devem receber a quarta dose, pessoas com 60 anos ou mais e pessoas com imunossupressão, maiores de 12 anos, que receberam a 3ª dose há mais de quatro meses. Aqueles atendidos pelo Serviço de Assistência Especializada (SAE) serão vacinados no próprio SAE e os demais devem se dirigir ao polo de vacinação.

QUEM JÁ TEVE COVID – Mesmo as pessoas que já contraíram a Covid-19 devem ser vacinadas, já que a duração da proteção natural gerada pela doença é desconhecida. No caso de quadro positivo para Covid, a vacina só deve ser aplicada após o completo restabelecimento da saúde e, no mínimo, quatro semanas após o início dos sintomas.

IMUNOSSUPRESSÃO – Entende-se por pessoas com imunossupressão (imunocomprometidos) aqueles que possuem as seguintes condições: Imunodeficiência primária grave; quimioterapia para câncer; transplantados de órgão sólido ou de células-tronco hematopoiéticas (TCTH); uso de drogas imunossupressoras; pessoas vivendo com HIV/AIDS; uso de corticoides em doses ≥ 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥ 14 dias; uso de drogas modificadoras da resposta imune; auto inflamatórias; doenças intestinais inflamatórias; pacientes em hemodiálise e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

FAZER UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui